Jogador que teve fotos íntimas vazadas nega caso com presidente de time paraguaio

Fonte: Extra Online | Publicado em: 09 de de 2018 às 16:13

Presidente do Rubio Ñu com o jogador Bernardo Gabriel Caballero | Foto: Extra Online

A novela após o vazamento de fotos íntimas do presidente do Rubio Ñu, do Paraguai, Antonio González, com o jogador Bernardo Gabriel Caballero ganhou um novo capítulo. Antonio González revelou que tinha um relacionamento com o lateral-direito e disse que estava sendo chantageado. O atleta falou pela primeira vez sobre o caso, e negou o caso com o dirigente.

 

Em entrevista à rádio "Monumental", do Paraguai, o jogador disse que nunca se relacionou com o cartola, mas, sim, era vítima de um assédio sexual e coagido pelo mandatário. O presidente do clube afirmou que tinha um relacionamento de dois anos com o atleta de 25 anos, mas o jogador disse que há cinco anos namora o empresário Valentín Ozuna.

 

“Não. Posso negar isso porque ele (presidente de Rubio Ñu) sempre me coagiu", revelou o jogador à emissora. “O Valentín estava sempre comigo nesses cinco anos, nas más e boas coisas”.

 

Entenda o caso

 

O presidente do Rubio Ñu veio publicamente assumir o seu envolvimento com o jogador Bernardo Gabriel Caballero. Segundo um vídeo divulgado por González, as imagens estavam sendo usadas pelo próprio atleta para fazer chantagem e deixá-lo sair do clube.

 

Tudo teria começado quando apareceu o novo empresário de Caballero. De acordo com a imprensa do Paraguai, existiria um triângulo amoroso e o ciúme seria a base deste escândalo.

 

"Vamos ser honestos, Caballero estava comigo no Rubio Ñu há mais de dois anos, era muito especial para mim. Era o meu companheiro. E tinha todos os privilégios: carros que nunca pensou conduzir, como Mercedes Benz, Land Cruiser, Prado, Hilux... De repente apareceu uma velha louca. Ele era meu parceiro sentimental e peço desculpas se isso incomoda muitos, sou sincero", afirmou Antonio González ao "Diario Hoy", do Paraguai,

Deixe seu Comentário

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

Veja Também